Focar em renda passiva ou expor-se ao risco?



Fala galera!


Todos que estamos em busca da independência financeira ou liberdade financeira traçamos diversas estratégias para chegar lá. Seja por aporte, por renda passiva, empreendendo, operando ações e agora até criptomoedas. 


Todavia, basta dar uma passada rápida no blogroll para ver que a maioria esmagadora foca em renda passiva, aportes e renda fixa para atingir os seu objetivos. 


Mas será essa uma estratégia efetiva para alcançar a independência financeira? Ainda mais com essa queda da taxa de juros? 

Aportando mais de 50% do salário

E aí pessoal, tudo tranquilo? 

Final de ano chegando, época de fazer o balanço do ano e planejar novas metas. 

No meu caso, a principal meta agora é tentar manter um alto aporte durante um período de 2 a 3 anos de acumulação. Após isso, pelos meus cálculos, tendo em vista o capital atual e mais o que será acumulado, os juros começarão a gerar o efeito bola de neve e a coisa ficará mais fácil e o aporte não terá tanto impacto. Claro que se a taxa de juros continuar caindo (o que não acredito) a coisa pode complicar um pouco..

Todavia, continuarei aportando para aumentar o bolo. 

Bom, voltando ao título do post, ainda em maio deste ano, eu havia feito um post sobre meus planos de viver com 50% do salário líquido

Era e é uma tarefa árdua, mas não impossível. 

Ao longo desse período fui ajustando as contas, quitando parcelamentos, fiz um planejamento para controlar os gastos no cartão e o aporte foi subindo aos poucos. 

Sites úteis criptomoedas

 E o Bitcoin galera? 


Impressionante o valor que esta moeda já atingiu e o mais interessante é que ninguém sabe o quanto ela pode alcançar. 


Infelizmente estou entre o grupo que não levou fé no início e quando resolvi entrar, o medo fez investir apenas uns trocados.


Enfim, desde quando resolvi de fato investir na prática e entender esse mercado (post explicativo aqui) o Bitcoin subiu mais de 100%. Pena que faltou coragem. 

E agora, as notícias recentes podem impulsionar ainda mais o Bitcoin. Acredito que não só o Bitcoin, mas as outras Criptomoedas também. 

Custo Brasil e o impacto nos preços

Fala pessoal, tudo beleza?! 

As férias acabaram e com elas findou-se a minha estadia no exterior.

Muitos podem pensar que uma viagem ao exterior é um luxo que não podem se dar, mas como já mencionei anteriormente, são essas viagens que me inspiram a trabalhar mais e mais pela independência financeira, pois a cada viagem a vontade de largar o Brasil e se mandar só aumenta. 

E dessa vez não foi diferente. 

É incrível como vivenciar outras culturas te abre a mente e te dá novas perspectivas de ver a vida e planejar o futuro. 

Antigamente eu pensava que um milhão seria suficiente para largar tudo e viver uma vida frugal em uma praia interiorana no nordeste. 

Mas a vida dá voltas e voltas e diversos acontecimentos fazem você mudar suas perspectivas e objetivos. 

E hoje eu vejo que o Brasil não é um país barato para se viver, sem falar que o retorno pelo imposto pago não existe para a população, pois dependemos de segurança privada, de saúde privada, educação privada, transporte privado, etc. 

Ah Finansfera, você vai dizer que na Europa é mais barato que no Brasil, mesmo com o Euro/Real a 1 para 4? 

Um dia em BERNA na Suiça

Fala pessoal. 

Aproveitando que estou em ritmo de viagem e em off, o post de hoje é sobre uma dica de turismo. Aliás, viajar é o meu ponto de equilíbrio entre os aportes e a busca pela IF, basicamente a minha válvula de escape para não enlouquecer nesta jornada. 

Bom, hoje vou apresentar para vocês nada mais nada menos que a capital de um país famoso pela sua solidez financeira: Berna, a capital administrativa da Suíça. 

Capital? Isso mesmo, declarada patrimônio mundial pela Unesco, ela é a capital político-administrativa do País.

Para quem for fazer um tour pelo país, passar um dia nessa cidade é obrigatório, ainda mais se você gosta de história e de arquitetura medieval. 



Aliás, viajar pelo interior da Suíça até chegar nas maiores cidades é sinônimo de paisagens bucólicas, campos verdes, vilarejos lindos e dependendo da região pela qual você transitar terá pela frente o toque especial que a neve traz à paisagem. 






Carro - um vilão necessário

Pelo menos no meu caso, ter um carro é um mal necessário. Isso é algo que pretendo trabalhar e melhorar, afinal há um consenso de que carro não é um ativo, mas um passivo que custa caro e deprecia. 

 Carro - um vilão necessário?
Fonte: https://autogaragem.wordpress.com/2013/03/21/personagem-da-semana-dick-vigarista/

Basta uma lida rápida pela blogosfera gringa que você vai notar que há uma unanimidade entre os blogueiros acerca da ideia que o carro é um retardador na busca pela independência financeira. Aliás, muitos blogueiros são adeptos de outros meios de transporte ou são unânimes: precisa de carro, vá de usado, preze pelo custo-benefício. 

Não vou fazer contas aqui, afinal, já há vários posts nesse sentido, mas se você quiser adotar um estilo radical na busca pela IF, substituir o carro por outro meio de transporte é algo que vai render-lhe uma boa economia.

Aqui, em terras tupiniquinis, muitos blogueiros já abordaram esse tema sob essa mesma ótica.

Remessa ao exterior de forma rápida

Então galera. 

O post de hoje não é um publieditorial, mas apenas um relato que talvez possa ajudar a tirar algumas dúvidas de quem pretende abrir uma conta para o exterior e não sabe como vai mandar o dinheiro. 

Afinal, são poucos agentes bancários que tem experiência ou trabalham diretamente com remessas ao exterior.

Quando resolvi abrir uma conta em uma corretora de valores no exterior, especificamente nos EUA, (passo a passo aqui - antes era OptionsXpress e agora é Schwab) surgiu o primeiro grande desafio: como enviar dinheiro para o exterior?


Logo de cara não me preocupei com o custo dessa transferência. Apenas queria fazer dar certo. 

A solução: fui procurar o gerente da minha conta bancária a fim de que providenciasse essa transferência.

Operando com robôs - 10 lições

E aí galera, beleza? 

Há algum tempo que venho testando estratégias acerca de operações com robôs.

Fonte: https://provollonecast.files.wordpress.com/2016/09/bb8.gif?w=546&h=227
Na tentativa dessa vez, resolvi contratar um plano e assinar uma estratégia "pronta" para operar. 

Todavia, descobri depois de assinar a estratégia que ela não é tão pronta assim. 

São vários ajustes a serem feitos: quantidade de contratos, ajuste de entrada, saída, pontos de gain, pontos de loss, horário de entrada, horário de saída, e por aí vai.

E nesses ajustes cometi mais erros que acertos, o que tirou uma parcela do capital e os custos da plataforma, mas aprendi lições valiosas, que só aprende quem tenta na prática, e que compartilho com vocês a experiência: 

Aplicativo para carteira de ações


Fala galera!

Post rápido baseado em um comentário de um leitor. 

Muitos investidores utilizam o Google Portfólio para controle da carteira e tal, pois é rápido, oferece as cotações, o custo, o ganho ou perda, retorno percentual da carteira e tal, enfim, bem intuitivo, rápido e fácil. 

Todavia recentemente uma mensagem tem deixado muitos investidores atônitos: 

Google Finance is under renovation. As a part of this process, the Portfolios feature won't be available after mid-November 2017. To keep a copy, download your portfolio. 

Tudo indica que o serviço, de fato, será descontinuado.

O que fazer? 

Uma ideia interessante e que cabe na palma da mão, é baixar um aplicativo para substituir o Google Portfolio. 

A bolsa está cara?!

Fala galera!

Afinal, a Bolsa está cara ou não?!

Quem está com alta exposição em renda variável está rindo à toa, afinal IBOV está renovando topo todo dia, praticamente. 

Quem já vivenciou épocas sombrias, como outubro/2008, já está com a pulga atrás da orelha. 

Já vi diversas postagens de amigos blogueiros que também estão com essa desconfiança como a minha. 

Como é o atendimento de uma Corretora no exterior

Fonte: www.schwab.com
Fala pessoal, tudo tranquilo? 

Como são poucos relatos do pessoal que opera no exterior, vou relatar duas situações que ocorreram comigo e que talvez ajude a mitigar as dúvidas de quem pretende começar a investir no exterior. 

Quantas vezes vocês precisaram contatar a corretora de vocês para resolver algo? E quantas vezes tiveram um atendimento que deixou a desejar? Pelo menos, comigo, isso aconteceu diversas vezes ao longo dessa vida de investidor. 

Agora imagine você precisar de atendimento na sua corretora no exterior e você não é fluente na língua inglesa. O que fazer? Bom, vou relatar aqui como foi o atendimento por e-mail e por telefone na Schwab.

Investindo em criptomoedas na prática

Fala pessoal!

Finalmente chegou o dia que resolvi deixar a preguiça de lado e ler um pouco mais a fundo sobre as criptomoedas. 


Não só ler, mas analisar e abrir umas contas, pesquisar sobre carteira e por aí vai. Aliás, dicas são bem vindas nos comentários.

Após ler bastante sobre o assunto, analisar prós e contras, acredito que tirando a possibilidade de muitos governos barrarem as criptomoedas por questões de regulamentação (acho difícil barrar, mas podem desestimular seu uso), cheguei à conclusão que há inúmeras vantagens para esse mercado cada vez mais crescente.


Operando com robôs - o retorno

Após um período com as operações suspensas, decidi retomar o uso dos robôs. 




Esses dias visitei um grande amigo a fim de colocarmos a conversa em dia, quando surgiu o assunto robôs de investimento na mesa. 

Começamos a operar na Bolsa de Valores há praticamente uma década e temos um perfil arrojado para investimentos, de forma que nossas ideias se coadunam.

Conversarmos bastante sobre o assunto e chegamos à conclusão que esse nicho na Bolsa de Valores só tende a crescer, apesar de ainda pouco difundido e contar com muita aversão e desconfiança dos investidores. 

Trabalho x Felicidade x Independência Financeira

Fala galera!

Já faz um tempinho que fiz um post sobre parar de trabalhar e uma pesquisa aqui no blog: 
Se você atingisse a independência financeira, o que faria?
Dentre as diversas opções de múltipla escolha, apenas 16% continuariam trabalhando e apenas 7% abririam um negócio, um índice relativamente baixo se formos analisar.


Dentre os itens mais votados temos: 
  • 42% - Adotaria uma rotina para uma vida saudável;
  • 37% - Se dedicaria ao mercado financeiro aos próprios investimentos;
  • 34% - Rotina com atividades culturais (línguas, música, etc);
Ou seja, a grande maioria quer mesmo é mudar de vida, largar o emprego/trabalho atual e adotar um novo estilo de vida. 

Alguns ensinamentos do livro: O homem mais rico Babilônia

Alguns ensinamentos provenientes do livro: O Homem mais rico da Babilônia


Fala galera, tudo tranquilo? 

Há quantas andam as leituras de vocês? Hoje aproveitei o voo da volta do feriadão para retomar o hábito da leitura (Isso, após visitar um grande amigo e planejar diversos projetos financeiros - aliás, em breve acredito que teremos um novo blogueiro conosco). 

Voltando ao post, aproveitei para ler o livro "O Homem mais rico da Babilônia". Ainda não terminei, mas a leitura é rápida e prazerosa, o que faz fluir muito rápido. Já devorei metade do livro e é tanta coisa interessante que gostaria de esboçar uma breve resenha e postar diversos trechos interessantes, para fins de manter um arquivo pessoal com os quais eu identifiquei diversas verdades.

De antemão, antecipo: o texto a seguir contém trechos do livro: O homem mais rico da Bailônia. 

O legal que muitos trechos do livro nos trazem ensinamentos que a grande maioria da blogosfera já prega, o que reforça muito do que já postamos e compartilhamos.

Enfim, se você ainda não leu o livro, vale a leitura. Leia e após volte aqui para ver se você também se identificou com os trechos que eu separei. 

Para quem está iniciando nos investimentos é leitura obrigatória, e para quem já está nessa jornada, ajuda na reflexão e a raciocinar para ver que caminho estamos tomando.

Se quiser, continue por sua conta e risco.


Carteira virtual - agosto - seguindo os fundos de investimentos


Esse mês foi muito corrido e fiquei devendo a atualização dos fundos que eu sigo. 

Tenho acompanhando a maioria das postagens da blogosfera, mas não sobra tempo para comentar. 

Enfim, aproveitando o post do fechamento da carteira virtual, já vou colocar a tabela com as movimentações dos fundos de julho.

Sem mais delongas, vamos aos números: 

Operando com robôs - Agosto



Fala galera, tudo tranquilo?


Esse mês que passou foi muito corrido e não foi muito bom para meu robô.

Conforme já falado no post anterior, até não acertar uma estratégia consistente no longo prazo, não há como deixar o robô rodando sem acompanhar, e por causa disso o mês foi de prejuízo.

Bom, mas se estava indo tudo tão bem, o que aconteceu?

Apesar da ideia de ter um robô operando para você, a conclusão que chego é que não dá para deixar ele operando sozinho, sem acompanhar. Tem que ter um acompanhamento e um ajuste contínuo. 

Controlando gastos no cartão

Fala pessoal tudo tranquilo? 

O post de hoje foi inspirado pelo comentário do Lorde das Moedas neste post aqui. 

Nessa jornada na busca pela independência financeira, uma das várias opções que temos é cortar gastos a fim de aumentar os aportes. 

Todavia, se controlar os gastos já é difícil, o que se dirá de cortá-los? 

Aliás, para cortar gastos, inicialmente você tem que saber para onde está indo seu dinheiro e ver aquilo que é supérfluo e aí melhorar o direcionamento dos seus gastos. 

E o problema maior que eu sinto é controlar os gastos com cartão de crédito. 

Certificações na área de finanças

Fonte: http://www.anbima.com.br
Fala pessoal! 

E aí, como andam os estudos? Alguém aí pensando em tirar uma certificação na área financeira? 
  
Vi um post do Galo Milhonário no qual ele contou que está na saga de tirar o CFP, algo que poucos brasileiros conseguiram. 

Mas que diabos seria isso? 

O CFP é uma das diversas certificações existentes para quem deseja atuar no ramo das finanças. Claro que muitos daqui não pretendem gerir recursos de terceiros e tal, mas acredito que seja algo para avaliar, pois algumas dessas certificações podem abrir muitas portas. 


Em busca do número mágico


Fonte: http://pt.freeimages.com/premium/red-query-marks-around-dollar-sign-1651973
Fala galera!

O post de hoje é sobre um assunto que diz respeito a todos que buscam a independência financeira. 

Você já calculou o número mágico do montante necessário para atingir sua independência financeira?

Certamente em algum momento você já fez cálculos e traçou alguns objetivos para buscar sua IF.

Guardar dinheiro x curtir a vida

Fala galera da finansfera, tudo beleza? 

O post de hoje é um pouco mais reflexivo. 

Na verdade é um questionamento que em algum momento de nossa vamos nos fazer: guardar dinheiro ou curtir a vida?

Até que ponto vale a pena abdicar de viver os prazeres da vida em prol de aportes na busca da independência financeira? 

Já faz dias que reflito sobre isso e sobre os objetivos de vida, afinal, quando impomos um objetivo a longo prazo é necessária muita disciplina para atingi-lo e não perder o foco.


Carteira virtual - seguindo os Fundos - Fechamento Julho

E aí pessoal!

Aproveitei o fim de semana para dar uma olhada e ver como performou a minha carteira virtual. 

Estava bem curioso para olhar os números, pois esse mês foi excelente para a renda variável.

Confesso que fiquei com inveja da performance obtida em tão pouco tempo e ao mesmo tempo bateu um pouco de arrependimento por não ter montado essa carteira na conta real.

Operando com robôs - fechamento julho

E aí pessoal!

Apesar de não ter fechado o mês ainda, o mês fechou para minhas operações com robô. Na verdade, terminou o prazo do plano contratado. 

Conforme relatado nesse post resolvi arriscar a sorte com robôs de investimento.

Comecei com os testes grátis, mas resolvi abrir uma conta real e colocar em prática aquilo que vinha testando em constas virtuais. 

Quando fiz o post a rentabilidade obtida até aquele momento era de 6,86%. Nada mal, 
afinal já estava preparado psicologicamente para prováveis perdas. Mas começar o investimento com o retorno positivo deu um belo ânimo para investir tempo e estudo nessa estratégia de investimento.

Integração OptionsXpress com Charles Schwab


Fala galera!

Essa semana recebi uma notícia em meu e-mail acerca de mudanças na minha Corretora no exterior. 

Como já explicado nesse post  resolvi internacionalizar meus investimentos e abrir uma conta no exterior. 

Depois de muita pesquisa encontrei a corretora que atendeu as minhas expectativas: a OptionsXpress, do grupo Charles Schwab, cujo processo de abertura foi todo online, sem nenhuma burocracia, rápido e prático.

Segue o comunicado:

Nova onda de IPOs

IPO da Azul S.A. Fonte: http://www.bmfbovespa.com.br/
E aí galera, como estão os investimentos em renda variável de vocês? 

Essa euforia que temos visto no mercado há algum tempo (desde a queda do governo Dilma) tem instigado diversas empresas a abrirem capital e oferecerem seus papéis ao público em geral. 

Todavia, a quantidade de IPOs nem se compara a anos anteriores, como 2013, ano em que diversas empresas abriram capital. 

Mas para este ano diversas empresas já estão na fila para oferecer seus papéis. A questão é: será que serão IPOs atrativas? 

Dicas de turismo - Girona

Dando início aos posts de dicas de turismo aqui no blog, vou falar dessa charmosa cidade medieval: Girona. 

Um dos principais motivos que me levou a ir conhecer essa cidade foi o seriado Game Of Thrones. Diversas cenas da 6ª temporada foram gravadas na cidade e como a 7ª temporada está retornando achei legal começar as dicas aqui do blog com esse pitoresco destino turístico.

http://www.hbo.com/game-of-thrones/cast-and-crew/daenerys-targaryen/index.html
Girona está a 110 km de Barcelona e uma das maneiras mais fáceis de chegar lá é de trem saindo da Estação Sants. 


Dicas de turismo no blog

Salve pessoal!!!

Tenho dois hobbies que adoro: finanças (especificamente Bolsa de Valores e renda variável) e turismo.

De fato, confesso: minha fraqueza é viajar. Se tiver que escolher entre sair para gastar uma grana em um restaurante, eu prefiro ficar em casa e guardar a grana para poder viajar. 

Adoro todo o processo que envolve uma viagem: desde procurar passagens baratas, escolher o melhor local para ficar e planejar todo o roteiro, pesquisar lugares para conhecer, para comer, beber, meios de locomoção e por aí vai.

Já tinha feito, inclusive, um post sobre viajar com economia.

Todavia, não considero as viagens um gasto, mas sim, um investimento. Investimento em cultura e conhecimento. Viajar proporciona uma nova perspectiva de ver o mundo. É a oportunidade de conhecer novas culturas e viver experiências incríveis. 

Afinal, uma das minhas metas é atingir a independência financeira para morar no exterior. E nada melhor que conhecer muitos lugares antes de buscar estabelecer uma nova morada, pois o processo de imigração é algo muito complexo e deve ser bem planejado. 

Bom, voltando ao blog... eu tinha inicialmente a ideia de montar um blog exclusivo para dicas de viagem, mas inspirei-me em outros blogueiros que postam ou postaram suas experiências (como o ViagemLenta, o InvestidorSócio, o VdD, o BPM, dentre outros) e resolvi que vou unir finanças e turismo tudo nesse blog. 

E para começar, falarei sobre uma cidade medieval próxima a Barcelona e palco de um dos seriados mais assistidos do mundo(Game Of Thrones): Girona.




Portfólio dos fundos de investimento - JUNHO

Fala pessoal!

Como de praxe, fiz o levantamento dos fundos que estou seguindo a fim de acompanhar a movimentação dos respectivos portfólios. 

É interessante ver como os fundos adotam diferentes estratégias. 

Alguns movimentam bastante a carteira, chegando a girar quase todo o portfólio. Outros ficam estagnados e não fazem nenhuma compra ou venda. 

Segue a tabela com as posições divulgadas:


Ganhando dinheiro com robôs

E não é que é possível ganhar dinheiro com robôs de investimento?!?!

Pelo menos os meus primeiros trades foram de resultado positivo 😀 e espero que continue assim!

Então, o post de hoje é para falar sobre uma estratégia que iniciei neste mês. 

Na verdade, há um tempo atrás vi esse post do Baiano Canguino: 
https://canguino.blogspot.com.br/2017/05/operando-com-robos.html e resolvi por em prática algo que já estava na minha lista.

Não sou nenhum expert em gráficos e ainda que fosse, o tempo consumido no trabalho não permite um acompanhamento diário, tanto que mudei minha estratégia de investimento no exterior.

Todavia, tenho uma boa noção de indicadores, candles e setups.

Rentabilidade carteira virtual - junho/17

Rentabilidade carteira virtual - seguindo os fundos - junho/17


Aproveitando que todo mundo está fazendo seus fechamentos resolvi dar uma olhada na carteira virtual que montei com base nas posições de alguns fundos de investimentos de ações que estou acompanhando.

A carteira foi montada na metade do mês de junho conforme este post:

Apesar do pouco tempo, a carteira apresentou um retorno interessante. Os dados abaixo representam a cotação do dia 30/06:

Comprar imóvel ou alugar

Aposto que muitos de vocês já se fizeram esta pergunta: comprar ou alugar o imóvel? 

Descapitalizar uma parte dos investimentos e imobilizar em um imóvel ou manter a grana aplicada e com liquidez? 
Ou meter a cara em um mega financiamento de 20/30 anos? 

A questão não é simples de responder pois envolve diversas variáveis.... se vai comprar o imóvel à vista, se vai fazer empréstimo, se vai financiar direto com a construtora, se é um imóvel na planta, se tem previsão de receber uma grana extra para quitar eventual empréstimo, dentre outros. 

Sites úteis mercado americano


E aí pessoal, decidi fazer o post de hoje para auxiliar todos que pretendem investir no mercado americano e estão com dificuldade para achar algumas informações básicas.

O objetivo é fazer a uma analogia aos sites brasileiros a fim de facilitar a vida de quem quer começar a investir nos EUA e não sabe por onde começar.

Para começar, o primeiro passo é procurar uma corretora e abrir a conta.

Nesse post e nesse post você pode ver como fazer isso.

Beleza, escolhi a corretora, abri a conta, mandei o dinheiro... e agora?

Sobre cisnes negros

Cisnes negros no mercado financeiro


Cisnes negros, conforme Nassim Taleb, são eventos imprevisíveis e inesperados e que causam um grande impacto econômico. 

Quando ocorrem no mercado financeiro ocasionam distorções extremas nos preços e podem gerar uma oportunidade de lucro exorbitante, como também podem trazer um prejuízo inimaginável.

Ontem, um cisne negro aconteceu no mercado de moedas digitais. 

Estratégia investimento exterior

Fala galera!

Hoje vou falar um pouco acerca da minha estratégia de investimento no exterior.

No início desse ano decidi abrir a conta em uma corretora americana nos EUA. Isso permitiria diversificar meu portfólio de investimentos e ter uma reserva em moeda estrangeira. Sem falar no fato de ter acesso a milhares de títulos para investimentos e poder investir nas maiores e melhores empresas do mundo.

Em um primeiro momento a ideia era mandar um valor para fazer trades curtos e médio prazo, a fim de alavancar o capital lá alocado. 

Todavia, o tempo, ou melhor, a falta dele, não tem permitido acompanhar o mercado americano diariamente. Fazer trade então, seria um luxo.

Dessa forma, e considerando que o capital lá investido não será retirado antes de um prazo de 15 a 20 anos, bem como, pretendo fazer aportes de valores de forma trimestral ou semestral, repensei meus objetivos e adotei uma estratégia de 10/20/70 para alocação do capital.

Carteira virtual - seguindo os fundos

Fala galera! 

No primeiro post que fiz a fim de acompanhar a carteira dos fundos de investimentos surgiu uma sugestão pelo Investidor Internacional: "Seria interessante montar uma carteira com as posições mais relevantes dos melhores fundos e ver se ela bate o Ibovespa.".


Achei interessante a sugestão e resolvi montar uma carteira virtual com as posições mais relevantes de cada fundo. 

Para isso, separei, basicamente, as duas maiores posições de cada fundo (com exceção do Fundo Banrisul, cujas posições são em papéis de baixa liquidez) para integrar a carteira virtual e assim fazer um acompanhamento mensal.

Para fazer esse acompanhamento, utilizei uma ferramenta bem interessante oferecida pelo Google. Trata-se do Google Finance que oferece a opção de criar um portfólio através do Google Finance (https://www.google.com/finance/portfolio). Além disso, o Google Finance é uma excelente ferramenta para trazer dados e auxiliar na análise de ações. 

Portfólios dos fundos de investimento - MAIO


Portfólios dos fundos de investimento - MAIO


E aí pessoal, dando continuidade ao post anterior, fiz o levantamento da última atualização dos fundos que resolvi acompanhar a fim de ter uma noção em empresas os respectivos gestores estão aplicando o dinheiro de seus clientes.


As informações foram compiladas a partir dos dados divulgados a partir do site da CVM em http://sistemas.cvm.gov.br/?fundosreg, link composição da carteira. (aliás, para quem quiser ver o portfólio de algum fundo em específico é só seguir o caminho acima).


Segue abaixo a tabela com os dados mais recentes: 


Estratégias alocação do patrimônio


Há algum tempo eu decidi adotar uma estratégia de diversificação do patrimônio. Essa ideia de alocação do patrimônio surgiu com o intuito de minimar riscos e potencializar ganhos.

No meu caso era algo que eu precisava trabalhar, pois estava totalmente exposto na renda variável e precisava diversificar para mitigar os riscos.

A questão é que existem inúmeras maneiras de diversificar os investimentos: ações, FIIs, CDB, LCI, LCA, fundos, títulos, debêntures, ouro, dólar, Bitcoin, poupança, e por aí vai.

Abaixo você encontra os posts mais recentes da blogosfera financeira