E se você parasse de trabalhar hoje?

E aí Finansferas!!!

E se você parasse de trabalhar hoje?

Pensando nisso, resolvi fazer uma pesquisa a qual está aqui do lado. Comentários nesse post são bem vindos. Agradeço a participação de todos. 

A ideia é ver o que a galera pensa após atingir a tão sonhada IF.

Acredito que um dos principais objetivos de atingir a independência financeira é obter a liberdade.  Não ter mais que bater  o ponto, ter tempo para fazer o que se quer, desenvolver projetos pessoais, dentre outros.

A questão é... e se você atingisse a IF hoje, pararia de trabalhar? E se você realmente parasse de trabalhar hoje, o que faria?

Conseguiria viver sem uma rotina? 

Particularmente, não consigo vislumbrar uma vida sem rotina. A rotina a que refiro é de ter dias/horários para praticar esportes, ler livros, estudar outras línguas, dentre outros projetos e interesses pessoais.

Uma boa maneira de fazer um teste para ver como seria a sua vida é tirar um período de férias. 

Recentemente eu fiz isso. É engraçado que quando estamos trabalhando parece que não temos tempo para nada. Contudo, mesmo em férias eu tive essa sensação.

Todavia, ainda que você pare de trabalhar, se você não adotar uma rotina, vai continuar sem rumo e quando acabar seu período de teste e você fizer sua avaliação, possivelmente chegará a mesma conclusão que eu: sem rotina e programação você também não terá tempo. 

Um dos dias, por exemplo, que eu não programei nada e fiquei sem fazer nada foi muito tedioso. Por isso, cheguei à conclusão de que o dia que a tão sonhada independência financeira for alcançada, buscarei novos projetos/interesses para ocupar o meu tempo.

Além disso, outras certezas eu já tenho: de fato, pararia de trabalhar. 
Possivelmente planejaria uma mudança para viver no exterior e talvez lá desenvolveria alguma atividade relacionada a turismo que é algo que gosto bastante (blog ou agência de passeios para brasileiros) ao mesmo tempo que focaria mais no mercado acionário.

E vocês, já pararam para fazer essa avaliação? Dê uma passada na pesquisa aqui do lado.





14 comentários:

  1. Olá,
    Eu já pensei mudar para a zona rural e manter alguma atividade por lá. Trabalhar para mim mesmo. Cidade grande eu gosto só para ganhar dinheiro, mas não pretendo morar por muito tempo.
    Já pensei em morar no exterior, mas isso vou ver se compensa.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cowboy, pode ser uma boa, o problema é que a violência está chegando no interior. Mas se considerar que nas cidades está pior... É complicado. Quanto ao exterior, tem que calcular muito bem mesmo, pois é um desafio grande. Abraço.

      Excluir
  2. Acredito que é muito difícil em um país instável como o Brasil saber se já somos independentes financeiramente. Talvez eu já tenha a minha independência financeira, mas tenho medo de parar de trabalhar e depois me faltarem recursos lá no fim da vida. Você sabe qual éo número mágico da independencia financeira?
    Se eu tivesse a coragem de parar de trabalhar neste momento, criaria uma rotina de atividades de lazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, saber o número mágico pra independência financeira é bem relativo. E a medida que acumula mais patrimônio, mais você vai achar que precisará para viver. Mas hoje eu diria que o número mágico da independência financeira é diretamente ligado à TSR ou Taxa segura de retirada. Através dela você vai projetar quanto poderá retirar de forma anual para seus gastos e a chance de sobrevivência do seu portifólio: https://retirementplans.vanguard.com/VGApp/pe/pubeducation/calculators/RetirementNestEggCalc.jsf. Dá uma lida neste excelente post do Frugal: https://frugalsimples.blogspot.com.br/2017/03/a-taxa-segura-de-retirada-e-sua_19.html. Abraço.

      Excluir
  3. Olá Finansfera!

    Cara eu também procuraria uma rotina depois de alguns dias de descanso. Nas férias que tirei esse ano, teve uns dias de tédio por justamente não ter "nada" para fazer.

    Acredito que pararia de trabalhar "registrado" e partiria para o trabalho autônomo.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Investidor, pois então, chega a ser engraçada essa nossa necessidade de estarmos sempre à procura de algo para fazer. Acredito que seja inerente ao estilo de vida de pessoas muito proativas. Abraço!

      Excluir
  4. Com o meu patrimônio atual, já consigo viver sem trabalhar, mas não da forma como gostaria, já teria as contas básicas todas pagas, isso não é o suficiente, não dá pra ficar em casa o dia todo sem fazer nada. O que eu queria era na IF poder viajar mais, fazer esportes, hobbies e mais algumas coisas.

    Estou lutando agora para passar das contas básicas pagas para dobrar isso e ganhar esse plus de viagens + hobbies + esportes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo assim já é uma grande conquista Frugal. Parabéns. Estás muito próximo da IF. Mais uns anos e com os investimentos certos você poderá entrar para o seleto time que conquistou a liberdade. Parabéns.

      Excluir
  5. Parasse de trabalhar hoje... viver com 1200 por mês não dá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato anon, seria um pouco complicado. Abraço!

      Excluir
  6. Essa pergunta é muito complicada...a gente pensa tanta coisa que poderia fazer com a IF mas na hora do "vamo ver" a decisão de largar o trabalho e confiar "só" no patrimônio acumulado não deve ser fácil.

    É por isso que temos que pensar na IF não só pelo lado financeiro, mas também fazer um planejamento de vida pós-emprego.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito. É isso aí mesmo SM. São muitos fatores a serem considerados na hora de largar o emprego. Abraço.

      Excluir
  7. Parar de trabalhar nunca irei, nem almejo isto. Quero sim ser não obrigado a trabalhar. O problema do trabalho para a maioria das pessoas não é o trabalho em si e sim a sua obrigação. Trabalho é necessário para qualquer ser humano, é saudável e é a melhor forma de obter o "sono dos justos" todas as noites.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo comentário Uó. O sentido do post seria de parar de trabalhar batendo ponto, como uma obrigação. Acredito que após atingir a independência financeira vou continuar trabalhando, mas de outras formas que me deem liberdade. Abraço,

      Excluir

Comente aqui.

Abaixo você encontra os posts mais recentes da blogosfera financeira