Controlando gastos no cartão

Fala pessoal tudo tranquilo? 

O post de hoje foi inspirado pelo comentário do Lorde das Moedas neste post aqui. 

Nessa jornada na busca pela independência financeira, uma das várias opções que temos é cortar gastos a fim de aumentar os aportes. 

Todavia, se controlar os gastos já é difícil, o que se dirá de cortá-los? 

Aliás, para cortar gastos, inicialmente você tem que saber para onde está indo seu dinheiro e ver aquilo que é supérfluo e aí melhorar o direcionamento dos seus gastos. 

E o problema maior que eu sinto é controlar os gastos com cartão de crédito. 


E pelo visto não é só eu, pois pesquisa recente do SPC Brasil revela que 57% dos usuários de cartão de crédito não controlam seus gastos. Fonte: https://www.spcbrasil.org.br/wpimprensa/wp-content/uploads/2017/06/release_uso_do_credito_cartao_junho_2017_v7.pdf.

No meu caso, apesar de ter um teto para os gastos no cartão, na grande maioria das vezes esse teto é ultrapassado e sem um controle eficaz fica difícil identificar o vilão por de trás do rombo. 

E o pior que já testei "N" aplicativos de cartão de crédito, mas ainda não identifiquei nenhum que me ajudasse efetivamente. Também não tenho tempo nem saco para ficar lançando em planilhas.

Foi ai que o comentário do Lorde das Moedas apareceu de maneira oportuna e com uma ideia muito interessante que passarei a adotar: de usar vários cartões de crédito e destinar cada um para uma finalidade, tal qual já faz o Lorde: 

Gosto de ler as dicas e perceber como as pessoas são diferentes, pois eu tenho 5 cartões de crédito e cada um tem uma finalidade, foi a melhor forma que encontrei para controlar e acompanhar os gastos. Não gosto de dinheiro físico, me dá tristeza gastá-lo e tenho dificuldade em contabilizar os gastos. Por exemplo, uso um cartão pra gasolina, outro para lazer, outro para compras no mercado e assim vai, cada um tem uma finalidade, todos sem taxas e anuidades e eu sigo acompanhando os lançamentos e gastos no celular e assim tudo dá certo no final.

Dessa forma, já fui atrás e acho que até o fim do mês ou mais tardar início do mês que vem estarei com todos os cartões habilitados, todos sem pagar anuidade, diga-se de passagem, pois caso contrário não valeria a pena. 

Como hoje meus gastos com cartão consomem em média 30% do salário, traçarei uma meta ousada para limitar os gastos em cada cartão e tentar ficar no total em 20%. É difícil, mas para aumentar o aporte na busca pela IF acho que vale o sacrifício. 

A ideia é limitar os gastos conforme planilha abaixo: 

Cartão Item % do salário
Petrobrás Transporte 2,5
Elo Alimentação – mercado e restaurantes 10,5
Citi Platinum Lazer/Roupas/ Compras online 3
Mastercard Presentes/gastos diversos 1,5
Nubank ou Digio Saúde/farmácia 2,5


20

Para os meus gastos atuais essa medida é bem agressiva, mas se eu não fizer nada fica difícil melhorar e os gastos só tendem a aumentar.

Além disso, vou antecipar diversas contas parceladas no cartão e quitar todas, a fim de organizar melhor as finanças e seguir a tabela acima à risca.

Ainda falta achar um aplicativo para celular para centralizar os gastos. Vou testar o Mobills - Gerenciador Financeiro, o qual vi no post do Pobre Japa.

É isso aí galera, a jornada é longa e cheia de pedreiras, mas com as ferramentas certas vamos tornando o caminho mais fácil. Acredito que se esse controle for eficaz e eu quitar uma contas parceladas conseguirei aportar bem mais que 50% do salário já no que vem.



22 comentários:

  1. Nunca tive cartão de crédito, gosto de pagar a vista no débito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Beto. No passado também não usava o cartão, mas depois que comecei a usar é difícil largar. Eu passo praticamente o mês inteiro sem quase por a mão em dinheiro físico e o cartão dá uma praticidade sem igual, ainda mais poder jogar todas as contas para debitar junto com o salário é muito fácil e cômodo. Abraço!

      Excluir
  2. Fala Finans, bão?

    Haja paciência e controle para usar 5 cartões kkk.

    Eu uso um só, evito ao máximo controles adicionais.

    Gosto de pagar tudo à vista mesmo (quando tenho dinheiro), e lanço tudo em minha planilha de controle de gastos, bastante simples: Só coloco saldo da conta corrente, saldo da poupança, e toda vez que movimento escrevo os novos valores na linha e o motivo da transação.

    Controlo todos os meus pagamentos fixos na planilha, deixo em vermelho início do mês e quando pago tudo coloco em verde.

    E assim vou vivendo.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande VdC. Controlar por planilha é uma maneira fácil e eficaz, mas tem que ter o compromisso de anotar sempre, pra não se perder. Inclusive montei uma planilha show que utilizei até 2014. Depois disso mudei de cargo o trabalho aumentou e o tempo minguou e abandonei as planilhas. Vou testar o uso de vários cartões tal qual o Lorde e ver no que vai dar, como são cartões sem taxas e anuidades na pior das hipóteses é só cancelar e abandonar a ideia. Mas o objetivo é tentar aprimorar ainda mais o controle de gastos e fazer que nem você: Viver de Aportes hahaha. Abraço!

      Excluir
  3. Já tentei controlar os gastos do cartão, porém perdi mta qualidade de vida pq queria economizar d+

    Desisti e estou me focando em tentar ganhar mais do que gastar menos.

    abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Galo! Pois é, outra alternativa é tentar aumentar a renda, a fim de manter uma padrão de vida e tal, porém, se não o cara não tem essa opção o negócio é cortar os gastos mesmo. Abraço!

      Excluir
  4. Salve FB já tentei controlar o cartão mas não funcionou, postei sobre a minha experiência no blog hj.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Eu uso só um cartão de crédito. Já tive mais, mas eu fica meio perdido. Cancelei o outro e hoje só uso o nubank.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Cowboy! Pois então, vamos ver como será o teste. Já pedi o Nubank e o Digio também. Vamos ver como será a experiência. Abraço!

      Excluir
  6. Eu ja gastei 7 mil em fatura e meu que vem a fatura sera de 200 reais.

    Acho que a melhor maneira de reduzir os gastos é deixar o cartão em casa e andar sem ele, depois que fiquei sem cartão de credito vi que não era o fim do mundo e tive muito mais controle.

    Acho que varia de pessoa pra pessoa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato BnA. Essa estratégia pode ser que não seja adequada para muitas pessoas. No fim, cada um tem que testar e descobrir qual é a melhor maneira. Pode ser até que para muitos o ideal seja nem ter cartão. Abraço!

      Excluir
  7. Ola, muito bom o post. Qual a vantagem em se utilizar o cartão petrobrás? Estou pensando em faze lo. Tenho o da Saraiva sem anuidade. abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Gregorio, a princípio não tem anuidade e nem taxas. Antes convertiam os pontos em milhas, mas agora parece que vai virar desconto na fatura: http://www.br.com.br/pc/produtos-e-servicos/para-voce/cartao-petrobras. Achei interessante e vou utilizá-lo especificamente quando for abastecer o carro. Abraço.

      Excluir
  8. Caramba Finans, fico lisonjeado, rs..
    Agora vou estudar a possibilidade de estipular limites atrelados ao salário, igual sua tabela, pois nunca havia pensando nisso...
    Vejo que o pessoal acha complicada e burocrática a ideia de lidar com múltiplos cartões, mas eu acompanho os gastos nos apps até o fechamento das faturas e depois só lanço o valor na planilha do excel, sem segredos, rs.. Eu já tentei usar apps pra controlar as finanças, mas me perco se não for a velha e boa tabela do excel, rs..
    Acho bacana, por exemplo, abrir o Nubank e ver quanto já gastei com mercado, ou o Dígio para saber quanto foi gasto com combustível e assim vai. Lá pelo dia 15/20 já vou segurando as pontas e falando pra onça:" Olha aí que já tá em tanto nosso gasto com lazer, vamos fazer uma pipoca e ver um filme em casa nesse FDS", rs...
    Mas como eu disse, cada uma tem um método que lhe serve melhor, o bacana é ver a diversidade e criar seu próprio modo de gerir os gastos, realizando a síntese das experiências colhidas na finasfera!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Lorde, pois então, achei interessante o seu relato de usar vários cartões e vou usar sua metodologia a fim de testar se consigo limitar mais meus gastos e aportar ao extremo tal qual o VdC hehehe. E sempre é bom compartilhar na finansfera novas metodologias e ideias em prol do que todos nós buscamos que é a IF. Abraço!

      Excluir
  9. Salve Finansfera$,

    Eu só tenho um cartão e utilizo o aplicativo Guia Bolso para controlar os meus gastos. Muito Top esse aplicativo.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Aportador, esse GuiaBolso nunca utilizei. Por ora quero testar o Mobills, vamos ver, se não gostar vou dar uma olhada nesse aí, valeu pela dica. Abraço!

      Excluir
  10. Fala Finansfera!

    Como disse o VDC, haja paciência kkk

    Eu estou fazendo o inverso de você. Atualmente concentro tudo no Nubank. O diferencial do Nubank é que eles não apenas enviam a fatura do cartão. Também enviam um relatório dos seus gastos! Tipo o lugar onde você gastou mais...

    Eu preferi ficar só com ele. o Petrobras provavelmente o quebrarei...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, nem fale Inglês, mas é que não estou com paciência de ficar monitorando planilhas e enquanto não achar um aplicativo que atenda minhas necessidades, vou apelar pra essa meia dúzia de cartões com limites em cada um. Vamos se daqui a alguns meses não quebrarei todos também. Agora, pelo relato da galera o Nubank parece ter um certo diferencial ao enviar esse relatório de gastos, não sabia disso. Abraço!

      Excluir
  11. Obrigado pelas dicas. Mudei para comentários do Blogger novamente e o q vc postou lá sumiu.

    ResponderExcluir
  12. mensagem de motivacional

    3 regras de vida

    1. Se você não for atrás do que quer, nunca vai ter.
    2. Se você não perguntar, a resposta vai ser sempre não.
    3. Se não der um passo à frente, nunca sairá do lugar.
    http://musicaweb.org/

    ResponderExcluir

Comente aqui.

Abaixo você encontra os posts mais recentes da blogosfera financeira